Prevenção Próstata
Disfunção Erétil
Infertilidade, Cirurgias Religadura
Infertilidade, Cirurgias Religadura
 

A Clínica

 

A Clínica  Narváez, situada em ponto de fácil acesso em Copacabana, entre as ruas  Santa Clara e Figueiredo Magalhaes, a três  quarteirões do  Metrô, é dirigida pelo Dr. Alejandro Francisco Narváez Chacón, CRM 52-55666-4 , Urologista e Andrologista. A missão da CLÍNICA NARVÁEZ é  prestar um atendimento diferenciado aos pacientes fornecendo-lhes auxílio no tratamento de problemas de infertlilidade e impotência sexual masculina, como também na prevenção de problemas prostáticos, dentre outros.

 

Como forma de aprimorar o tratamento de infertilidade, são colocados a disposição dos pacientes exames específicos laboratoriais de sêmen, sendo constante a preocupação da Clínica Narváez transmitir-lhes  segurança e garantia das mais  modernas técnicas utilizadas para este fim.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

 

Vasovasostomia microcirúrgica

 

Uma  alternativa em Reprodução Humana

 

A vasovasostomia ou reversão de vasectomia, apresenta baixo risco e melhor custo-benefício do que as técnicas de reprodução assistida. O tempo de vasectomia não influência de forma significativa o sucesso da reversão, já que o testículo continua produzindo espermatozoides.

 

A técnica é realizada com anestesia raquidiana ou peridural.  É realizada uma incisão na bolsa escrotal, identificando-se o canal deferente seccionado, o mesmo é exteriorizado e dissecado, evitando sua desvascularização. Uma vez assegurada à viabilidade das extremidades do canal deferente, estes são seccionados num plano perpendicular. Neste momento é observada a saída de líquido seminal pela extremidade pela extremidade proximal do canal deferente (próximo ao testículo).

vasovasostomia ou reversão de vasectomia

Assim, a extremidades são aproximadas, alinhadas e ligadas, em uma posição estável, sem tensioná-las. A seguir é feita a sutura.

O tempo estimado para este tipo de procedimento é de 2-3h e a alta do paciente prevista após 24h. O tempo de repouso recomendado é de uma semana e a abstinência sexual por três semanas.

A vasovasostomia microcirúrgica é uma técnica consolidada, com alto índice de sucesso e uma taxa de gravidez significativa. É um procedimento de primeira escolha para pacientes vasectomizados que desejam ter filhos, apresentando resultados superiores a FIV. Além disto, esta técnica não inviabiliza procedimentos futuros, como técnicas de reprodução (FIV oi ICSI).

 

Impotência - Disfunção Erétil

 

A disfunção erétil é a incapacidade permanente de obter ou manter uma ereção rígida suficiente para ter uma relação sexual satisfatória.   O número de casos DE já ultrapassa os 50 milhões no mundo. Normalmente se apresenta com maior freqüência no homem idoso já que ele pode apresentar doenças concomitantes como Hipertensão arterial, hipercolesterolêmia, diabete, doenças neurológicas, infarto do miocárdio e ACV (acidente cérebro vascular) e é a faixa que esta mais sujeita a doenças  malignas;com tratamentos agressivos cirúrgicos que comprometem a função sexual. Porem também pode estar presente em 1 % dos homens com até 20 anos, 3% até os 45 anos, 6 a 7% entre 45 a 55 anos e em 25% com mais de 75 anos. A ereção peniana é uma resposta fisiológica dependente da integração de mecanismos vasculares, neurológicos, endócrinos, psíquicos e miogênicos, desencadeados por estímulos sensitivos locais nos órgãos genitais (ereções reflexogenicas) o por estímulos psicogênicos de origem central (ereções psicogênicas).
A incidência da impotência nos pacientes diabéticos é estimada entre 10 a 75%; no existindo relação entre o tempo de evolução do quadro diabético e a disfunção erétil.
Níveis altos de triglicerídeos e colesterol são relacionados com quadros de disfunção erétil. A hipertensão por si só leva a alteração da ereção, como alguns medicamentos: antihipertesivos podem contribuir para agravar o problema como por exemplo: diuréticos, clonidina, alfa metildopa, propranolol, bloqueadores beta adrenérgicos.
O tabagismo também pode estar relacionado com a disfunção erétil por vasoconstricao periférica generalizada. Alguns tipos de cirurgias pélvicas (prostatectomia radical, cistoprostatectomia, amputação abdominoperinial do reto, etc.) podem desencadear disfunção erétil.

 

Disfunção Erétil

Anatomia Peniana

 

O penis é formado por dois corpos cavernosos (que são os responsáveis pela ereção) e um corpo esponjoso a onde passa a uretra. os corpos cavernosos estão envolvidos pela túnica albugínea que é uma capa no distensível. O parênquima dos corpos cavernosos está formado por tecido travecularo constituído por células musculares lisas e endoteliais envolta por uma trama de fibras colágenas, fibroblastos e elastina. O aporte sanguíneo dos corpos cavernosos se da pelas artérias cavernosas que dão origem a umas artérias laterais denominadas artérias helicinas.A drenagem venosa origina-se dos espaços sinusoidais que drenam para o plexo venoso subalbugineo  e forman as veias emissárias que finalmente drenam para a veia dorsal profunda do penis. 
A inervação é oriunda do sistema simpático (medula espinha toracolombar) e parassimpática (medula espinhal sacra) e somatosensorias (nervo dorsal e pudendo).

 

Diagnóstico

 

Para fazer o diagnostico da disfunção erétil  a historia clinica nos auxilia e vamos obter  muitos dados que podem- nos auxiliar no diagnóstico e oferecer uma adequada orientação terapêutica. Tentamos distinguir a disfunção erétil de origem orgânica psicogênica ou mista.
O exame físico pode ser geral e específico da genitália tentando encontrar a presencia de placas endurecidas no penis, pulsos na artéria dorsal do penis, femorais, tíbias posteriores e pediosos. Na avaliação mínima alem do exame clinico solicitamos exames de sangue para descartar problemas metabólicos como hipercolesterolemias, hiperdislipidemias, hiperglicemia e também se solicita exames hormonais.
Na avaliação vascular se solicita  teste de ereção fármaco induzida (introduzida por Virag em 1982, e Bridley em 1983),  e ecocolordoppler arterial peniano.
Podem ser solicitados testes especiais para avaliação neurológica em situações específicas ou quando existe suspeita de problema do sistema nervoso central. Na década passada inúmeras modalidades terapêuticas formam introduzidas tanto clínicas como cirúrgicas, mas os resultados cirúrgicos vasculares discutíveis obtidos reduziram as indicações cirúrgicas principalmente os distúrbios (artérias e venosos). Já que os resultados foram pouco expressivos e de curta duração, motivos estes que fizeram com que estas cirurgias ficarem para trás. Alguns vão precisar de implantes penianos , e um grande número de pacientes se beneficiam com tratamentos orais e  injeções intracavernosos  .  Em alguns casos uma avaliação e acompanhamento psicológico específico são importantes.

 

 

Infertilidade

 

Aproximadamente 15 a 20 % dos casais têm problemas de infertilidade, 30 % dos casos se devem a problemas de infertilidade masculina, 30% fator feminino e 20% dos casos e a combinação de ambos os fatores. Por isto é extremadamente relevante que a avaliação de infertilidade considere o casal. As causas masculinas mais freqüentes são a varicocele 70%, os processos inflamatórios 20% problemas hormonais 10% e em alguns cosas de infertilidade masculina não apresentam causa identificada. Problemas genéticos associados  ao cromossoma Y podem estar envolvidos em alguns casos sobre tudo nas infertilidades idiopáticas( sem causa aparente). Calcula-se que nos últimos 50 anos a media de contagem dos espermatozóides tenha diminuído um 50%, a as causas de esta diminuição não tem muito bem estabelecido porem  podem estar influenciados por  múltiplos fatores desde ambientais, estresse ,alimentação etc. A produção dos espermatozóides pode ter interferência de fatores como: ocupação profissional ( calor, fornos, cozinhas) contato com sustâncias tóxicas, (agrotóxicas,inseticidas, chumbo;) hábitos pessoais como tomar banho quente , fazer sauna, fumo; antecedentes familiares, si há doenças hereditárias envolvidas. Alguns tipos de cirurgias, traumatismos, uso de medicamentos e/ou drogas. 

Fertilização Humana

Os aumentos da temperatura como febre podem levar a alteração na contagem dos níveis de espermatozóides; os testículos grudados no corpo  podem constituir  o síndrome dos testículos hipertérmicos. A altitude é outro fator, a nutrição também. Doenças sistêmicas podem levar a problemas de infertilidade como o diabetes que acarreta lesões neurológicas e vasculares. A impotência é outro problema. A freqüência muito espaçada das relações também pode estar alternando o quadro da fertilidade do casal. Últimos estudos demonstraram a associação de infertilidade masculina com (microdeleicoes) no braço longo do cromossoma Y definida como AZF (fator para azoospermia). Alem de estas causas também podem ocorrer obstrução do trato genital, criptorquidia anticorpos antiespermatozóides e anormalidades genéticas.

De entre os exames complementares que nos ajudam a completar e confirmar o diagnóstico está o espermograma que deve ser solicitado no inicio da pesquisa e pelo menos mais outro espermograma com um intervalo de 15 dias a um mês do anterior para poder comparar. Se por ventura o espermograma estiver muito diferente do outro espermograma, se solicita um terceiro com três meses de diferencia, devido que a espermatogênese leva este tempo para se completar, além de vários fatores ambientais infecciosos e medicamentosos que podem estar alterando a qualidade e quantidade do sêmen. O estudo do espermograma inclui aspectos macroscópicos e microscópicos, nestes últimos se estuda a concentração, vitalidade, mobilidade e morfologia assim como a identificação e quantificação de células não espermáticas, anticorpos antiespermatozóides, teste de penetração, fragmentação espermática, teste pós coito, etc. Qualquer resultado normal deve ser sempre relacionado.

 

Saúde da Próstata

A Importância da Prevenção para a Saúde Masculina

 

A próstata é uma glândula que faz parte do sistema reprodutor masculino. Localizada abaixo da bexiga, envolve a porção inicial da uretra. A próstata é responsável pela produção de cerca de 98% do líquido seminal. Protege e promove a nutrição dos espermatozóides. Com o passar dos anos, com o envelhecimento, a próstata tende a aumentar de tamanho (Hipertrofia benigna da prótata – HPB). Estas alterações podem dificultar, em maior ou menor grau, a saída da urina. Em alguns casos os pacientes fazer uso de medicação para melhor os sintomas.

 

O câncer de próstata, na fase inicial, pode evoluir de forma silenciosa, sem que o paciente apresente qualquer sintoma. Os principais diagnósticos para a identificação do câncer de próstata e outras patologias são: um exame de sangue - PSA (antígeno prostático específico), o exame de toque retal, ultrassonografia pélvica e/ou transretal prostática, biópisia.

 

Saúde da Próstata

O TP (toque prostático) é sempre recomendado principalmente após os 50 anos de idade. O toque retal , por motivos culturais, ainda é visto como uma espécie de violação da masculinidade. Isso muitas vezes interfere na decisão de buscar tratamento. Na realidade o TP é um exame simples, rápido, indolor e não acarreta qualquer tipo de trauma para o paciente.

 

A prevenção consiste na detecção dos agentes causais que são os fatores de risco, como tabagismo, sedentarismo, dieta inadequada, histórico familiar. Estudos realizados, entre 2012 e 2013, sobre a importância dos exames preventivos para CP, indicam que cerca de 40% dos homens entrevistados declararam não consideram importante este tipo de prevenção.

 

O acesso da população à informação, abrangendo todas as classes sociais, como programas de saúde pública, divulgação pelos meios de comunicação, palestras em empresas sobre saúde integral e prevenção, são de suma importância para que se as pessoas consigam compreender a real dimensão da importância da prevenção e dos cuidados com a saúde de modo geral, para se alcançar longevidade com qualidade de vida.

 

Reposição Hormonal

 

A andropausa ou a DAME (deficiência androgênica do envelhecimento masculino) é a queda dos hormônios masculinos principalmente da testosterona.

A testosterona é um hormônio de origem esteróide produzido no testículo especificamente nas células de Leydig. A sua produção é constante desde a puberdade até o fim da vida, no entanto ocorre uma diminuição de 1% ao ano, geralmente a partir da quarta década da vida e está associada a  um  aumento da globulina transportadora dos andrógenos (SHBG), diminuindo a fração disponível dos tecidos.

Vinte porcento dos homens podem ter diminuição dos níveis hormonais, apresentando sintomas específicos que podem caracterizar a DAME ou a andropausa.

Os sintomas mais chamativos são a diminuição da libido, alterações do humor, algum grau de perda da memória, depressão, baixa qualidade das ereções, a diminuição da massa e força muscular, cansaço, alterações da distribuição da gordura corpórea, com acúmulo no abdômen, queda dos pelos  e alterações do sono.

 

O diagnóstico pode ser feito por investigação de exames de laboratório onde pesquisamos os níveis da testosterona total, livre calculada, testosterona biodisponivel, valores estes que podem estar abaixo dos valores da normalidade, pode ocasionalmente ser solicitadas dosagem de prolactina.

 

O tratamento visa repor essa deficiência de hormônios que em alguns casos pode ser de longa duração e em outros por curtos períodos, fazendo com que os sintomas desapareçam e os valores voltem aos patamares da normalidade.

No primeiro ano da reposição o paciente é avaliado trimestralmente fazendo exames sangüíneos com lipidograma, hepatograma, hormônios, exame da próstata PSA, e toque; no segundo ano a avaliação é bianual.

Existem inúmeras drogas que podem ser usadas para estes casos desde orais, cremes dermatológicos, adesivos cutâneos, gel e injeções IM.

Reposição Hormonal Masculina
 

Fale Conosco / Localização

(21) 2236 0648

(21) 2235 2240

 

 

andrologiaeurologia@gmail.com

 

Av. Nossa Senhora de Copacabana, 647 sala 1115

Copacabana - Rio de Janeiro - RJ

 

 

 

Parabéns! Sua mensagem foi recebida.

Para a sua maior comodidade, estamos a três quadras da estação do Metrô Siqueira Campos. Se você preferir vir de carro, pode contar com a facilidade de estacionamentos particulares, nos seguintes endereços: Rua Barata Ribeiro 502 Loja E, Rua Santa Clara 98 e na Rua Figueiredo Magalhâes 286.